Como eu gosto deste meu trabalho!

Há alguns dias recebi uma intimação da Receita Federal. Lá fui eu então, preocupado e tenso. O que será que estava acontecendo? Descobriram meu golpe de milhões de dólares não declarados? (rs). Pois bem, quando me sentei à frente da funcionária, fiquei olhando – curioso que sou – a tela do computador dela:

– Desculpe olhar sua tela, mas tenho um interesse muito especial em seu trabalho no computador.

Ela sorriu. Eu continuei:

– Já fui chamado na Receita três vezes nestes últimos tempos. Uma hoje, por causa desta intimação. E outras duas há algum tempo para falar de reuniões produtivas com Notes.

Reuniões produtivas com Outlook/Lotus Notes é um assunto de um de meus seminários mais solicitados, O Outlook como ferramenta de produtividade.

Pronto, aí o sorriso foi maior ainda. Conversamos sobre estas duas palestras – ela não participou, mas ficou sabendo que os colegas gostaram muito. A conversa fluiu muito bem, e a boa vontade dela também. Meu problema estava relacionado a erros de escritórios de contabilidade. Tudo ficou resolvido!

Está vendo porque gosto deste meu trabalho? Se não fossem minhas aulas, não teria assuntos não relacionados ao motivo de minha visita, a intimação. Minha visita à Receita foi então muito agradável!

Justiça seja feita. A Receita Federal está com um nível altíssimo de atendimento ao público. Mesmo sem meus causos de aula, tenho certeza de que teria sido muito bem atendido. Mas os causos tornaram a conversa bem mais leve. Melhor ainda, o problema foi resolvido rapidamente porque a Receita conseguiu unir Pessoas e Tecnologia, uma dobradinha que incentivo muito em minhas aulas!