Vergonha de escrever

– Primeiro, muito obrigado! Recebi com interesse total seus comentários sobre meu texto. Escrever com estilo, clareza e fluência é uma questão de treino, muita leitura e bastante trabalho. Acredito que pouquíssimas pessoas tenham este dom inato, o que não é meu caso. Sempre que for escrever algo, lembrarei de seus ensinamentos.
PS. Escrever para o mestre dá um pouco de vergonha.

—-
Recebi esta resposta depois de ministrar um curso sobre Redação de Relatórios Técnicos. Fiquei MUITO contente! Na verdade, fiquei mesmo é com a sensação de dever cumprido. Dá ou não dá gosto ler um texto escrito assim, principalmente de um aluno que participou de aula de redação? O mais intrigante, porém, é a frase final sobre a vergonha de escrever para o mestre. Por que vergonha? São várias as razões, mas a principal é o senso crítico elevado. Muitas vezes nos preocupamos com a opinião dos outros sobre nossos textos. E aí fica difícil escrever:

– relatórios
– e-mails
– slides
– e até mesmos planilhas.

Às vezes nossa censura atrapalha até a simples estruturação de planilhas. Dá para acreditar?

Tenho uma técnica que ajuda muito. Você já precisou corrigir o texto de outra pessoa? Não é mais fácil do que corrigir seu próprio texto? Então, redija uma primeira versão de seu texto sem pensar em entregá-los. Na verdade, NÃO ENTREGUE! Encerrada a redação, leia tudo com calma. Leia novamente! Desta forma, você estará lendo um texto pronto, é quase como se estivesse lendo o texto de outra pessoa.

Mas, atenção, não seja perfeccionista, não releia muito. Um bom parâmetro é repetir a leitura no máximo três vezes. Depois se obrigue a entregá-lo, até porque sempre dá vontade de corrigir esta ou aquela palavra!

Voltando ao início deste artigo, o que você achou do texto do meu aluno? Está muito bom, não está? Ele precisaria ter vergonha de escrever para o mestre?

Você escreve bem? Que tal exercitar sua coragem (rs) e fazer um exercício em público? Tenho uma dinâmica, chama-se Exercício Twitter. Você conhece o Twitter? É uma das formas de comunicação mais usadas na internet atualmente, não só por pessoas físicas, mas PRINCIPALMENTE por empresas. No Twitter, as mensagens têm até 140 caracteres. Voltando ao exercício público, que tal comentar este artigo em até 140 caracteres? E, prepare-se, outras pessoas podem comentar seus comentários…