Resistências

– Ah, mas eu já organizo minhas pastas de outra forma! (Seminário “Administre seu tempo com Outlook”)
– Escrevo assim desde os tempos de primeiro grau! (Workshop “Redação de relatórios técnicos”)
– Já me acostumei a digitar muito texto nos slides! (Seminário “Criando slides eficazes com PowerPoint”)

Estas são frases que às vezes ouço em meus treinamentos. Por que será que a maioria de nós resiste a novas ideias? Por que será que falamos tanto em criatividade e inovação, mas sempre fazemos as coisas do mesmo jeito? Depois de 26 anos ministrando cursos sobre tecnologia e comportamento, tenho ouvido vários argumentos (desculpas?), sempre repetidos pelos resistentes de plantão:
– Nem pensar em mudar, não tenho tempo para isso!
– Do meu jeito é melhor, sempre funcionou!
– Meu chefe não aceitaria!

E por aí vai! Ora, uma das belezas da vida é descobrir novos caminhos, é enxergar alternativas que façam brilhar nossos olhos e bater mais forte nossos corações! Quem vai a um treinamento e está pronto para aprender, que NÃO RESISTE, só tem a lucrar.

E não estou falando apenas de mudanças, mas também de reflexões. Se alguém vai a um treinamento e muda, melhor! PERFEITO! Se alguém vai a um treinamento, experimenta as novas ideias e conclui – depois de um tempo – que o jeito antigo era mais adequado, que bom também! Se testado e rejeitado, a crença no jeito antigo fica mais fortalecida – o que não teria acontecido sem o treinamento.

O complicado é a tal da resistência automática, que provoca perda de tempo e desperdício de verba:
– Quem vai a um curso de administração do tempo com Outlook deve estar pronto para questionar seu modo de trabalhar com agenda, tarefas e e-mails.
– Em um curso de novas técnicas para redação de relatórios, o aluno deve se permitir escrever de formas diferentes, EXPERIMENTAR as novas ideias apresentadas no curso.
– E os slides então? As mudanças deveriam ser imediatas! Sempre há um jeito diferente de experimentar layouts e elementos nas apresentações, principalmente depois de um curso.

Interessante é ver como as resistências acontecem:
– Escrevo assim porque minha professora ensinou deste jeito na escola!
– Não aceito fazer slides leves como estes, vai parecer que não tenho conteúdo!

GRATIFICANTE é ver o resultado de quem EXPERIMENTA:
– Sou admirador do seu trabalho pelo simples fato de que você, modestamente, dá uma grande contribuição à comunidade de negócios e às próprias pessoas tornando-as mais produtivas e menos estressadas. Sim, você sabe disso, desorganização pessoal provoca um stress danado… Assim, eu poderia dizer que você contribui para que as pessoas sejam mais felizes, por passarem a ter um controle melhor do seu tempo e da sua vida!
– Fernando, comecei hoje e já estou empolgada, pois já consegui organizar minhas tarefas e meus e-mails. Você acredita que já consigo deixar minha Caixa de Entrada vazia! E olha que ela parecia um depósito de e-mails!

Esteja sempre pronto para mudanças! Sua vida vai … mudar! E para melhor!