Uhuuu!

Existem algumas reações possíveis após o término de uma aula/palestra:

– O público não reage (a pior das reações);
– O público aplaude mecanicamente, talvez por educação ou por hábito;
– O público aplaude com entusiasmo;
– O público aplaude vigorosamente e até grita “uhuuuu!” (a melhor das reações).

Este “uhuuuu” aconteceu na semana passada em um evento essencialmente técnico, “A utilização INTELIGENTE do Excel”, que normalmente deixaria as pessoas entediadas. Mas o público não ficou entediado! Ao contrário, participou, perguntou, opinou e riu. E olha que foram oito horas intensas de aula!

Por que este treinamento foi tão bom? A resposta é simples, as pessoas estavam MOTIVADAS! Elas queriam estar lá! Elas sentiam a importância da aula para a melhoria de seus trabalhos diários.

Quando senti tal grau de motivação, estimulei ainda mais a interação. Em vez de simplesmente apresentar os conceitos, apresentei situações específicas daquele público. Eu sabia qual era o grau de conhecimento deles, simplesmente porque o RH também estava MOTIVADO e fez uma pesquisa de nível de conhecimentos. Resultado: fui para a aula sabendo exatamente o que as pessoas já conheciam e – melhor – o que esperavam conhecer.

Muitos podem pensar que pesquisar o nível de conhecimentos dos alunos pode ser um processo trabalhoso, que requer muito tempo, tempo que quase ninguém tem hoje. Ledo engano, a pesquisa foi feita com apenas nove perguntas significativas, que permitiram avaliar a fluência do usuário no Excel, o assunto daquele treinamento:

– Alguns sabem criar fórmulas no Excel usando o conceito de referência absoluta e relativa (o $), outros não;
– Muitos ficam bem à vontade com as funções SE e PROCV (IF e VLOOKUP em inglês), outros mistificam estas funções – ou apenas sabem trabalhar com planilhas onde outros já deixaram prontas as fórmulas;
– Há pessoas que trabalham o tempo inteiro com tabelas dinâmicas (PivotTable em inglês), outras que gostariam muito de entender este recurso.

Um conjunto de apenas nove perguntas simples nesta linha de raciocínio permite formar turmas bastante homogêneas, facilitando o desenvolvimento da aula – e a motivação dos participantes. Esta foi uma das razões do sucesso deste treinamento.

Mas a principal explicação certamente foi a ATITUDE das pessoas: elas QUERIAM o treinamento. Claro que uma aula assim só pode terminar em SUCESSO!