Vitória

Temos uma cachorrinha, a Victória, está conosco há felizes 12 anos. Faltando três dias para terminar as férias este ano, nossa amiga Leila ligou:

– Fê, estou preocupado com a Victória! A respiração dela está estranha, forçada, acho que ela está com edema pulmonar. Já dei um diurético, ela melhorou, mas achei melhor avisá-los. Não fiquem preocupados, continuem bem em suas férias!

A Leila está fazendo curso de veterinária, conhece cachorros como ninguém, a Victória fica com ela nas poucas vezes em que estamos ausentes. Nem precisa dizer que voltamos correndo para São Paulo. Recebi a ligação da Leila enquanto caminhava na praia de Peruíbe em São Paulo, menos de duas horas depois já estava com minha cachorrinha no colo.

Foi uma luta e tanto! Veterinários consultados e exames feitos, descobrimos que a Victória estava com broncopneumonia. Pior, descobrimos também que ela tem um problema sério no coração, não consegue bombear direito o sangue – que volta e fica acumulado no pulmão.

A primeira veterinária que consultamos, Dra. Ana Paula, recomendou que procurássemos também um cardiologista. Ela mesma indicou um dos melhores de São Paulo, o Dr. Luciano, disse que deveríamos procurá-lo tão logo terminasse o tratamento contra a broncopneumonia.

Claro, não esperamos, já marcamos a consulta. Que profissional este Dr. Luciano! Um dos melhores que já conheci, não apenas por sua competência, mas principalmente por sua DEDICAÇÃO.

Como a respiração da Victória estava difícil, ela não estava comendo e vomitava com frequência, não sabíamos o que fazer. Aí é que entrou o Dr. Luciano e sua dedicação: começamos a conversar via WhatsApp! Ele acompanhou a Victória o tempo todo à distância: não deixe ela tomar muito água de uma só vez, dê Ranitidina para o estômago, Buscopan para as cólicas e assim por diante.

A Victória melhorou bastante, até que entrou em nova crise. Felizmente tivemos a Dra. Ana Paula e o Dr. Luciano a nosso lado – via WhatsApp e vídeos. Sim, aproveitamos as facilidades da tecnologia, algo que falo todos os dias em minhas aulas, para ajudar. Os veterinários conseguiram avaliar exatamente o estado da Victória por causa dos vídeos que gravei.

Tanto foi assim que em uma nova consulta presencial, o Dr. Luciano já tinha o diagnóstico: a Victória havia desenvolvido novo edema pulmonar. Mas ela é lutadora, não é à toa que seu nome é Victória. Ela venceu, hoje ela está muito bem. Graças à competência da Leila, nossa amiga e futura grande veterinária, da Dra. Ana Paula, que indicou o caminho certo para o tratamento, e ao Dr. Luciano, cuja dedicação e conhecimento foram fundamentais. Ah, e aos muitos e muitos amigos que nos apoiaram via Facebook. De novo a tecnologia aparecendo no processo, agora também como uma forma de apoio emocional e coragem, que precisamos muito nestes momentos.

Interessante é que neste tempo todo continuei trocando e-mails com meus alunos mais dedicados, aqueles que procuram aplicar em seu dia a dia os conceitos que vimos nas aulas. Eram dúvidas sobre gestão do tempo, criação de slides eficazes e organização de planilhas inteligentes. Quer dizer, alunos que sabem aproveitar os cursos que fazem e que por isso mesmo sempre conseguem suas vitórias. Ou seriam Victórias?

Um abraço grande,

Fernando Andrade
www.pessoasetecnologia.com.br
fernando@pessoasetecnologia.com.br