Quando você está, você está?

O convite foi para uma palestra na Câmara Americana, o assunto seria produtividade e novas tecnologias. Gosto muito destes eventos, claro que aceitei de imediato.

Desde que comecei a falar em público, tenho um hábito que faço questão de manter: chegar cedo. Posso assim testar os equipamentos, sentir o lugar e – principalmente – conversar com os participantes antes do evento. A primeira conversa foi muito estimulante:

– Eu o conheci há muitos e muitos anos, você também falou sobre tecnologia em um curso que aconteceu em vários sábados consecutivos, sua aula foi inesquecível. Assim que vi seu nome para a palestra de hoje, fiz correndo minha inscrição!

Viu, não valeu a pena chegar cedo? Uma frase como esta é a alegria de qualquer palestrante. Com o coração alegre e batendo forte, cheguei perto de uma outra pessoa, a Martha, ela sempre participa de meus eventos. Fiquei curioso com um caderno em sua mesa, ela percebeu e foi logo contando:

– Levo este caderno em todas as suas palestras e aulas, anoto tudo o que acho importante!

Nossa, que exemplo. Muitas pessoas participam de palestras e ficam nisso mesmo, apenas participam. A Martha APROVEITA o evento, registra o que agrega, faz valer seu tempo. Quando tem alguma dúvida sobre o que foi falado, consulta suas anotações.

O que é muito comum hoje é exatamente o contrário, é o chamado PRESENTEÍSMO: as pessoas estão em algum lugar, mas na verdade não estão. Conversam com outros pelo WhatsApp, consultam o Facebook no celular, pensam no que vão fazer quando saírem dali ou simplesmente não prestam atenção a tudo que as cerca. De que vale então ir a algum lugar?

Esta palestra na AmCham – felizmente – contou com um público de “Marthas”, todo assunto que eu começava provocava várias e várias perguntas. Falei do OneDrive, um serviço da Microsoft para guardar seus arquivos na nuvem. É seguro? Todos podem usar? Qual o valor?

Falei então sobre um curso de francês à distância que estou fazendo, o aplicativo é o DuoLingo. Fantástico, porque começo uma aula no computador, continuo no taxi via celular e termino no tablet no aeroporto. Que praticidade! Qual o nome mesmo? É só para francês ou há outras línguas? Você está mesmo aprendendo?

Mostrei então como agilizar o trabalho com e-mails e criar respostas rápidas para aquelas mensagens que mais aparecem no dia a dia. Pronto, as perguntas dispararam! E só na versão 2013? Posso colocar o logo da empresa? Por que ninguém mostra estas facilidades lá no meu trabalho?

Que bom, estas pessoas realmente aproveitaram seus tempos. Eu também! E o caderno da Martha ficou bem recheado!

Ah, se você esteve no evento e não foi uma “Martha”, ou se você quiser saber como criar estas tais respostas rápidas no Outlook, fique à vontade para baixar a apostila Formação Outlook e ver a explicação detalhada a partir da página 64. Você verá porque o pessoal gostou tanto do assunto na palestra.

Um abraço grande,

Fernando Andrade
www.pessoasetecnologia.com.br
fernando@pessoasetecnologia.com.br
(11) 9 9943-4909, 3214-0519