#VergonhaNaCara

Carro estacionado na ciclovia

Há quatro anos escrevi “É tudo questão de vergonha na cara”. Semana passada postei a imagem de um carro estacionado na ciclovia!

Este tema sempre está comigo, o respeito ou não das pessoas. Ontem voltando para casa a pé, não consegui passar pela calçada, muita gente esperando ônibus, fui pela rua. Custava pensar nos outros e abrir espaço?

Há tempos penso em postar situações #VergonhaNaCara nas redes sociais. Evitei até agora, escrever seria reviver o estresse.

Hoje lembrei de um editorial publicado há muito tempo na Folha de São Paulo, o jornalista Cláudio Abramo falava sobre a importância do ser humano manter sua capacidade de indignação. Voltei a pensar em #VergonhaNaCara:

– Carro parado na ciclovia
– Ciclista na faixa de pedestres
– Colega atrapalhando na empresa

Não quero ser negativo, #VergonhaNaCara mostraria também:

– Motorista dando passagem a pedestres
– Professor chegando antes na sala para testar equipamentos
– Vizinho tirando sapatos para não fazer barulho

Estou animado, mas não tenho certeza. Até porque eu também não sou certinho. Outro dia no shopping ocupei uma mesa na praça de alimentação esperando minha mulher voltar com o prato dela.

Bom, queria sua opinião: publico ou não fatos #VergonhaNaCara?

Vou esperar sua resposta para decidir.


Fernando Andrade
Professor